COMUNICAÇÃO QUE ENSINA – ITEM 2 – OUTRORA, OS QUE PRATICAVAM A COMUNICAÇÃO TRADICIONAL, ANTES DO ADVENTO DA INTERNET, COMETERAM ERROS GRAVÍSSIMOS E CONTINUAM DO MESMO JEITO.

Registros Oficiais das matérias (11/09/2013 – 29/10/2013 e 05/11/2013) – acoplados aos iniciais registrados em 01/12/2008, e aos prosseguimentos datados de 07/04/2010, 10/05/2010 e 28/03/2011

Há muito tempo, aqui no Brasil, nos setores de rádio difusão e televisão, assim como se fazia com os cartórios, as emissoras eram distribuídas para os que serviam para dar suporte à imagem de poder dos governos. Governo para ser governo tem que ter sua corte. E a corte para ser corte tem que ter a imagem condizente de mostrar o reconhecimento do poder do governo. Então, desde o início, foram poucas as emissoras que não deviam favores ao governo. Tudo junto e misturado.

Antes mesmo da revolução de 1964 que instituiu a ditadura militar no Brasil, parte da nossa imprensa foi comprada pelos americanos do norte que foram sem dúvida a inteligência do golpe, por isso no ESPAÇO 04-2, (Síntese Geral do Estudo), fazemos referência que a imprensa dominada é um dos primeiros passos para escravizar uma nação. E a Rede Globo, foi a beneficiada de prontidão, tornando-se uma potência em praticamente todos os campos da comunicação no Brasil. Recebeu fartos financiamentos e se tornou a principal voz da ditadura militar, além de divulgar o jeito americano de viver. Quem se lembra quando surgiu o Fantástico, tinha-se a real impressão de que o super-homem morava na cidade de Metrópolis e trabalhava no jornal Planeta Diário, tamanho era o furor de fantasiar o jeito americano de viver de luxo e heroísmo. Pagamos um preço alto de mais por isso, dívida que jamais receberemos. Ainda mais que passamos a ser vítimas de uma imprensa manca proveniente de um mercado sem concorrência. Essa é a herança viva que os brasileiros receberam da ditadura militar, tendo hoje o domínio de 90% do mercado, que nos causou um atraso de pelo menos 50 anos em relação às outras democracias do mundo.

CONSEQUÊNCIAS:

a) Até mesmo hoje, a comunicação praticada pelos grandes corporativos de comunicação escondem-se debaixo das asas do populismo. Um recente exemplo disso foi o ex-presidente Lula ter sido reeleito logo após as evidências que ele próprio era o chefe do Mensalão. Desviaram a atenção do homem, e o pior, receberam um endosso da blindagem oficial do Ministro Joaquim Barbosa. O nosso novo herói não quis colocá-lo como réu no processo ora julgado pelo STF, que vem produzindo uma verdadeira confusão mental na cabeça dos brasileiros.

No caso da Rede Globo, dizem que fora salva financeiramente pelo ex-presidente Lula, retribuiu à altura retirando-o do raio de ação das suspeitas de corrupção. Hoje, dizem também que o homem é um milionário de causar inveja.

Dos presidentes militares, existe algum que deixou a família milionária? Os caras eram carne de pescoço, assassinos e filhotes dos republicanos/EUA, mas ricos jamais ficaram.

c) Outra blindagem marqueteira-populista vem sendo executada em relação a atual presidenta Dilma, cujo governo tem sido um autêntico habitat de quadrilhas, um verdadeiro show business da pilantragem, para piorar o quadro da má administração generalizada. Mesmo assim, não se vê a imprensa de um modo geral falar as verdades. Até pelo contrário, volte no item 2 e relacione a pergunta, como a crise está afetando a sua vida? Faz parte de uma pesquisa de opinião no portal de O Globo. Vamos repetir:

No mínimo, embutidamente, trás um componente marqueteiro de que o Brasil está passando por uma fase ruim por causa da crise. E isso não é verdade, o Brasil passa por momentos delicados porque não fez o dever de casa, ou seja, continuou a aumentar a dívida pública, vem fazendo uma farra danada com o tamanho da máquina estatal e tem uma economia inexplicavelmente calibrada para conviver com preços, impostos e juros altos, como uma eterna sugadora dos suores da iniciativa privada. 

As crises cobram muito de quem faz pouco e gastam muito.

Como as pessoas são enganadas pelas aparentes seriedades, “tem gentes” que vivem plantando o “colar-colou”, fazem isso numa cara de pau danada, como se o resto fosse indigno de ter discernimento. Olha para o tamanho da coisa, em termos de Brasil, possui medidas descomunais, mas péssimos para tentar produzir uma comunicação que ensina. Nem mesmo conseguem fingir que não estão fazendo isso.

d) Há muitos anos, a concepção “de direita” e “de esquerda” vem tendo a sua importância destronada. Nem mesmo se pode afirmar que o capitalismo está à direita e o comunismo está à esquerda. Que o povo é a esquerda e o governo á direita. Esse tudo sem sentido perdeu o charme na cabeça das pessoas, porém na idealística do Sistemão, deixa-se descaradamente transparecer que os reais poderes pertencem à concepção direitista de que os bancos, as grandes fortunas e as grandes empresas fazem parte dos corporativos que protegem a economia, como se divindades capitalistas o fossem. Qualquer outro cidadão que a perto chegar será abençoado pela divina mão direita, defendida com unhas e dentes pelo partido republicano dos EUA. Conseguiram transformar a bomba atômica num artefato surdo-mudo de paz, o silêncio que impõe a ditadura perfeita sobre qualquer tipo de vontade.

O PT tenta “venezuelar” o Brasil em todos os sentidos da cartilha populista, antes era tido como quebrador de vidraças, esquerdistas barbudinhos, vândalos truculentos contra as privatizações, contra o contra, contra qualquer coisa. Pois é, hoje, são os caras que plantam a ideia de que a Venezuela é um paraíso do Caribe e que Cuba é o centro de cura do mundo. Pegaram a outrora esquerda vândala e a esconderam  debaixo das asas corrupto-entreguista do PMDB. O vândalos de outrora reclamam dos vândalos de agora. Simplesmente, ridículo!

Se você não sabe distinguir quem é realmente o seu cliente, não adianta procurar guarita no momento. Não adianta falar para o momento, “estou contigo e não abro mão”, o efêmero nunca foi a porta da certeza, todos vão, mas o povo fica e de repente, aparece como o fez em junho/2013. A coisa mais ridícula que se tem visto é a imprensa reclamar com o governo de que seus carros de reportagem estão sendo queimados pelos atuais vândalos esquerdistas. Socorro Dona Dilma, não deixe que seus pupilos estrague a nossa liberdade de expressão. Esses vândalos dos infernos estão acabando com a nossa liberdade de expressão, assim não dá!

Em termos menos metafóricos, temos uma imprensa perdida que não sabe distinguir seu cliente, é devedora do patrão, é devedora dos fornecedores, adora aparecer nas colunas sociais e de sobra, é o membro penetra mais importante da corte governamental.

SEMPRE EXISTE NECESSIDADE DE MAIS ANÁLISES E ESCLARECIMENTOS:

Mãos que pensam, pés que enxergam.

Chacattis Tadadota

Continua…

 

Agradecemos seu comentário, seja breve, interaja e volte sempre.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: