MERCADO BRASILEIRO DE AÇÕES ESTÁ DOMINADO, DISPUTADO OU EMBRULHADO NOS PRÓPRIOS DILEMAS? (2)

IS BRAZILIAN STOCK MARKET DOMINATED, DONE ARGUE OR DONE WRAP UP IN THE OWN DILEMMAS? (2)

Horário correto: 18:36 (ainda não conseguimos acertar o horário do blog)

Prezados amigos, um abraço a todos!

Para quem não tem intimidade com as peculiaridades das nossas frases, estamos abrindo uma espécie de dicionário para decifrá-las.

Pedimos desculpas, reconhecemos que a presente postagem poderia ser dividida em pelo menos três, mas o nosso tempo está escasso. Vamos direto aos assuntos:

Fato 1 – Hoje o mercado já deu um beijo de Judas nos 57.220 pontos, e neste exato momento, está nos 56.616, é uma pena que não o vi passar pelos 56.666. Nem vou explicar porque.

Moral da história, o Ibovespa fechou nos 55.950 pontos. A historinha de hoje começou sendo sinalizada tal como o resumo da postagem anterior.

Fato 2 – Ontem, o Ibovespa fez questão de dar uma esbarrada nos 56.067,07 pontos. Quando o mercado faz isso, temos a mania de dizer que marcou o poste número tal, da mesma forma que faz o melhor amigo do homem. A referência exata, o mercado é o melhor amigo do homem, pois sempre marca com antecedência os postes por onde vai passar.

Fato 3 – Em termos simples, levando-se em conta o que registramos nas postagens anteriores, nosso mercado veio perdendo força desde meados de janeiro/2013, quando tentou encarar as resistências no entorno dos 62.000 pontos. E atualmente, por mais que respire fundo, não consegue vencer as resistências no entorno dos 58.000 pontos.

O MERCADO BRASILEIRO ESTÁ EMBRULHADO NOS PRÓPRIOS DILEMAS:

DILEMA 1 – MEDO DO DOMÍNIO DAS MÉDIAS E DE SER DESCOBERTO SEU FUNCIONAMENTO POLÍTICO.

Ninguém precisa ser grafista para entender isso, o respiro no entorno dos 56.000 pontos não tem ar puro suficiente (leia-se acumulações suficientes) para dar o impulso que os gráficos necessitam. Logicamente, o mercado precisa escolher um patamar mais baixo para os gráficos, e quanto mais rápido fizer isso, mais salutares serão os desígnios de suas acumulações. Nada mais justo que aceite logo que o entorno dos 54.000 pontos é o melhor campo de ar fresco no momento. Porem, minado. O mercado nesses patamares perde um pouco o seu piloto automático, passando a atuar o domínio das médias que propicia o espetáculo das cobras comendo cobras.  É aquela velha história, mercado vivo não gosta de ser comprado.

O mercado sabe que brincar no entorno dos 54.000 pontos é perigoso para si e para os fundamentalismos mal pregados pelo governo brasileiro. Um escorregão até aos 52.000 pontos é deveras salutar, mas completamente enfeitiçado para derrubar os marketings até agora construídos que escondem o Brasil mal governado.

Na realidade, ao vivo, estamos assistindo ao funcionamento do mercado político, composto de travas políticas que controlam os automáticos decretados. Nessas alturas dos acontecimentos, o mercado político não é doido para desafiar a Dona Dilma que não bota fé no seu ministro da economia. Então, além da bolsa família, o mercado político vem sendo o maior cabo eleitoral do atual governo. Porém tem sempre um sentido figurado espreitando os limites das idas e vindas dos gráficos.

DILEMA 2 – DESCONFIADO DA BÚSSOLA, OU SEJA, DA BOLSA MARKETING DOS AMERICANOS QUE TEIMA EM FICAR DESFILANDO NO ENTORNO DOS 14.000 PONTOS.

Muitos dizem que as agências de classificação de riscos foram incapazes de prever a crise das hipotecas, mas o mercado de ações dos americanos fez questão de demorar muito para aceitá-la. Enquanto não vendeu tudo em cima, não aceitou a existência da crise gigante. Sabemos disso porque acompanhamos o dia a dia dos mercados dos americanos e temos em detalhes o que realmente aconteceu no estômago e no cérebro dos seus gráficos.

Então, o mercado brasileiro não quer ficar desprevenido quando os americanos resolverem ajustar seus gráficos às realidades atuais que correm o mundo.

QUAL DOS DOIS MERCADOS É O MAIS REALISTA, DO BRASIL OU EUA?

DATA IBOVESPA D. JONES %IB %DJ
04/03/2013 56.499,17 14.127,98 1,98 12,23
01/03/2013 56.883,99 14.089,66 2,67 11,93
28/02/2013 57.424,29 14.054,49 3,65 11,65
27/02/2013 57.273,88 14.075,37 3,38 11,81
26/02/2013 56.948,87 13.900,43 2,79 10,42
25/02/2013 56.617,56 13.784,17 2,19 9,50
22/02/2013 56.697,06 14.000,57 2,34 11,22
21/02/2013 56.154,68 13.880,62 1,36 10,27
20/02/2013 56.177,60 13.927,54 1,40 10,64
19/02/2013 57.314,40 14.035,67 3,45 11,50
18/02/2013 57.613,90 13.981,76 3,99 11,07
15/02/2013 57.903,30 13.973,39 4,51 11,00
14/02/2013 58.077,31 13.973,39 4,83 11,00
13/02/2013 58.405,74 13.982,91 5,42 11,08
12/02/2013 58.497,83 14.018,62 5,59 11,36
07/02/2013 58.372,46 13.944,05 5,36 10,77
01/02/2013 60.351,16 14.009,79 8,93 11,29
23/01/2013 61.966,26 13.779,33 11,85 9,46
17/01/2013 62.194,06 13.596,02 12,26 8,01
04/01/2013 62.523,06 13.435,21 12,85 6,73
03/01/2013 63.312,46 13.391,36 14,28 6,38
02/01/2013 62.550,10 13.412,55 12,90 6,55
16/11/2012 55.402,33 12.588,31 0,00 0,00
14/09/2012 62.105,47 13.593,37 -12,10 -7,98
13/03/2012 68.394,33 13.177,68 -23,45 -4,68

DILEMA 3 – RECEIO DE SOLTAR AS RÉDEAS DAS TRAVAS DOS AUTOMÁTICOS. A APLICAÇÃO DOS PESOS E CONTRA PESOS ACABAM POR DESTRUIR AS RIQUEZAS. JUNTAS, A VALE E PETROBRAS PERDERAM R$75 BILHÕES DO VALOR DE MERCADO. O SENHOR EIKE BATISTA ESTÁ CAINDO PELAS TABELAS.

AS FERIDAS DO MERCADO BRASILEIRO ESTÃO EXPOSTAS – MUITO MENOS DISPUTADO E MUITO MAIS DOMINADO:

Há mais tempo, nosso mercado vem milimetricamente calibrando suas altas e baixas, aplicando os pesos e contrapesos nas ações mais expressivas. E as maiores vítimas têm sido as ações das empresas pertencentes ao Senhor Eike Batista.

O que orquestradamente o mercado fez com o Eike X foi uma descomunal atrocidade, mostrando um verdadeiro descompromisso com a própria governança do seu comportamento e estrutura. Só mesmo quem conhece suas tripas e corações tem o entendimento exato do que estamos afirmando. Mercado que ao mesmo tempo serve aos anjos e demônios.

Acuado, o senhor Eike X poderá colocar à venda os seus projetos que nem tiveram tempo de sentir o gostinho da maturação. Foi por desrespeito ao moço, porque gosta de aparecer ou pela própria covardia dos amigos infiéis. Que cheirou vingança não há a menor dúvida. É até perigoso emitir opinião a respeito. Mas que tem coisa errada, logicamente tem, e os pequenos investidores não podem arcar sozinhos com o prejuízo. Quem realmente protege os pequenos investidores? Lamentavelmente, ninguém protege. E não adianta atrair as mulheres investidoras. Não adianta os cursos de bons modos para respeitar os gráficos e malhar os naturais especuladores.

Estamos mostrando esse preto no branco justamente porque temos compromisso íntimo com o fortalecimento do mercado, por isso combatemos qualquer ente pernicioso ao seu funcionamento.

A empresa OGX PETRÓLEO perdeu 83,53% do seu valor real, caiu de R$17,43 para R$2,87. No quadro abaixo, dá para ver a velocidade imprimida pelo mercado para desvalorizar as ações.  A pergunta que se faz é a seguinte, foi obra da lei da oferta e procura ou é um caso comum a ser resolvido pela polícia? Através dos gráficos, o mercado está afirmando que o Eike X é um picareta? E agora, terá que mostrar as provas.

Caro leitor, você acha que quando a ação caiu repentinamente para R$5,64, tinha investidor comum vendendo ou as próprias cobras que promoveram essa algazarra? Só mesmo quem detinha o poder das médias teria a capacidade de promover uma baixa deste tamanho (CASO PARECIDO, ARTEX):

PREÇO

DATA

17,17

02/03/2012

13,83

25/04/2012

12,28

15/05/2012

10,97

17/05/2012

10,81

23/05/2012

11,48

28/05/2012

9,69

01/06/2012

5,64

12/07/2012

5,15

23/07/2012

4,76

15/02/2013

3,52

15/02/2013

3,47

18/02/2013

3,63

22/02/2013

3,45

25/02/2013

2,88

04/03/2013

DILEMA 4 – QUANDO O MERCADO NÃO DER MAIS CONTA DAS PRÓPRIAS ACUMULAÇÕES, POSSIVELMENTE, PODERÁ SER CONSIDERADO COMO O PRECURSOR DO FUTURO.

Quando o mercado sacia-se aos pés dos gráficos, não há fundamentalismo negativo que o impeça de vender nas cabeças.

De repente, os defeitos da OGXP, Vale e Petrobras, vão se transformar em ventos animadores para iluminar os céus de brigadeiro.

Contra o poder das acumulações temos os fundamentalismos negativos pesando muito para que o mercado demore a conviver com o viés positivo atual (de 54.000 a 58.000 pontos). No otimismo, (de 56.000 aos 62.000).

No Brasil, além dos fatos velhos de má administração crônica dos negócios públicos e privados, já contamos com o ingrediente de estagflação, que é a mistura de baixo crescimento com inflação em alta. E para complicar ainda mais, temos um baixo crescimento do PIB enrolado com o assustador crescimento da carga tributária que bate o recorde de 36,27% do PIB. Tudo isso sem contar que a dívida pública já ultrapassou os R$2 trilhões. Ou seja, é assunto de mais para ser tratado aqui.

Quanto aos fundamentalismos negativos externos, além do fingimento dos americanos, temos os necessários europeus que estão sendo escondidos debaixo dos tapetes corporativos, os verdadeiros aliciadores das austeridades e das autoridades competentes e constituídas. De sobra, ainda temos uma conversa de que a bolha imobiliária da China está na bica de sofrer um colapso. Ela mesma está prevendo um crescimento de “só 7,5%”.

Os assuntos relativos às bolsas de valores não se esclarecem numa só canetada.

Os comentários anteriores são meus esteios.

Mãos que pensam, pés que enxergam.

Chacattis Tadadota, continua…

Agradecemos seu comentário, seja breve, interaja e volte sempre.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: