INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS SÃO OS MAIORES PROPULSORES DOS MOVIMENTOS DO MERCADO DE AÇÕES DO BRASIL E TODOS OS CHARMES EM TORNO DISSO SÃO AS NORMAIS ESPECULAÇÕES. O CHORO É LIVRE, A RECOMPENSA É DE QUEM FAZ ACONTECER AO VIVO.

THE FOREIGN INVESTMENTS ARE THE LARGEST PROPELLERS OF THE MOVEMENTS OF THE STOCK MARKET BRAZIL AND ALL THE CHARMS AROUND THAT THEY ARE THE NORMAL  SPECULATIONS. THE CRY IS FREE, THE REWARD IS OF WHO DOES TO HAPPEN LIVE.

Prezados amigos, sobre o mercado atual, nas postagens anteriores fizemos questão de frisar, os ares mais puros de que precisava estava no entorno dos 54.000 pontos. Continua da mesma forma. O mercado tem o direito de fazer compras a onde bem entender, se os negócios não saem em cima, embaixo também vale. Pura questão técnica das necessidades orgânicas do mercado na busca constante de sustentação planejada. Isso quer dizer, estão em execução os testes de calibragem dos automáticos. As postagens anteriores estão em plena validade.

Vamos retornar a esse assunto posteriormente, mas o mercado está executando o terceiro suspiro para tentar ultrapassar as resistências no entorno dos 58.000 pontos.

Data

Último

Abertura

Máximo

Mínimo

21/03/2013

55.582

56.032

56.032

55.394

05/03/2013

55.951

56.508

57.227

55.951

21/02/2013

56.155

56.153

56.227

55.430

O mercado sabe que nos níveis atuais dos gráficos, acima do entorno dos 55.000, não tem ar puro suficiente para uma respiração segura. Para se manter nesses níveis, pode continuar mexendo com a Vale, infernizar as elétricas e até mesmo a Petrobras. Tem mil e uma utilidades para aplicar os pesos e contra pesos, inclusive os Bancos. Por falar nisso, o mercado está segurando a OGXP3, logo depois que chamamos a atenção de que R$2,50 estava bom para abaixar o preço médio.

Pesos e contrapesos

Agora, nos rumores, querer justificar as recentes baixas tendo em vista à saída dos estrangeiros, aí meu amigo, temos que intervir no processo. Para isso, vamos recorrer uma postagem que produzimos em 2011, valeu da mesma forma em 2012, e temos que repeti-la porque cabe direitinho nos momentos atuais. Aqui deixamos uma lembrança para os mandamenteiros mantendo a mesma forma da escrita original (não clique nos links):

“Prezados amigos, só para encurtar conversa, com mais de quarenta anos estudando o mercado de ações, em situação normal, nunca vimos os estrangeiros saindo do mercado brasileiro na baixa. Na maioria das vezes, saem na alta vendendo para os nativos. Sabem quando afirmamos isso? Vejam:

  • 16 de junho de 2011- INVESTIMENTO ESTRANGEIRO: A VERTENTE PROFISSIONAL FAZ QUESTÃO DE NÃO SER ENTENDIDA

Está escrito:

  • Se você identificar o dinheiro estrangeiro entrando na bolsa, ou seja, se houver alarde, na realidade, ele mesmo quer se mostrar para indicar aos nativos que está na hora de comprar, justamente quando ele estiver saindo. Costuma até mesmo dar uma simulada de repique nos gráficos.

Na realidade, temos muito apreço aos noviços, podem engrossar e contestar à vontade, de menos afirmar o absurdo. Numa notícia recente, mas com concepção atrasada, foi referenciado que os estrangeiros estavam saindo da bolsa brasileira, o que fez aos noviços interpretarem como a causa da queda dos gráficos. Nada disso, em se tratando de Brasil a queda foi técnica e ao mesmo tempo especulativa, justamente para que os grandes espertos entregassem suas posições limpinhas e bem compradas. A turma fica lendo jornal em vez de estudar o mercado que anda na frente e procura se justificar nas notícias.De novo para encurtar conversa, a saída profissional e principal dos estrangeiros o correu em maço/2012, a partir do dia 13/03/2012. Nós emitimos dois avisos seguidos, prestem atenção nas senhas de descartes: 

SEGUNDO AVISO –  13 de março de 2012 – TODOS OS CHARMES DO MERCADO DE AÇÕES SÃO JUSTAMENTE AS NORMAIS ESPECULAÇÕES. RESTRINGI-LAS É A MESMA COISA QUE ACABAR COM A CATIMBA NO FUTEBOL, PERDE-SE TOTALMENTE A GRAÇA.

NESTA POSTAGEM, ESTÁ REGISTRADO AS SEGUINTES MENSAGENS: Quem interpretou “vender nas cabeças” já está na renda fixa. Cada qual é cada qual, cada um é ele mesmo. Veja o mundo com a visão dos outros e guarde a sua para tomar decisões.– O que podemos dizer é que muitos amigos americanos estão dentro do processo, mas a responsabilidade de ficar corre por conta deles.E antes, prevenimos que os fatos fundamentalistas eram negativos, assim como são hoje, e que o mercado estava subindo devido ao longo período de acumulação. Quem ficou no mercado depois disso correu risco. O buy fast é uma senha interna para os nossos seguidores oficialmente cadastrados e as justificativas estão na postagem do dia 13/02/2012.
O outro alerta que demos foi no dia 08/05/2012, quando o Ibovespa estava no entorno dos 61.000 pontos.  Logo depois, deu a compra prevista.

PRIMEIRO AVISO –
2 de março de 2012 EVOLUÇÃO DO JOGO GLOBALIZADO: QUANDO O MERCADO SACIA-SE AOS PÉS DOS GRÁFICOS, NÃO HÁ FUNDAMENTALISMO NEGATIVO QUE O IMPEÇA DE VENDER NAS CABEÇAS.

Numa dessas postagens que citei, cheguei a mencionar um giro normal de mercado entre 64.000 e 69.500 pontos, tudo que o mercado fizer dentro disso é perfeitamente aceitável, dependendo do tipo de boa vontade que quiser utilizar no momento.
Realmente, estamos em cima da terceira tentativa de furar a resistência no entorno dos 66.000 pontos.  A Primeira foi no conjunto dos dias 08 e 09 de fevereiro, a segunda nos dias 15/16/17, obedecendo aos intervalos de suspiros, e a terceira nesses movimentos iniciados no dia 28/fev.
Teoricamente falando, se essa terceira tentativa não for bem sucedida, todo mundo sabe o que acontece, teremos outro suspiro. A garantia de sucesso ou suspiro menor pauta-se nas acumulações anteriores e as futuras que também poderão aumentar nesses patamares. Mercado gosta de volume, não precisa nem dizer. E tem mais, detesta ser comprado.

PARA REFRESCAR A MEMÓRIAquinta-feira, 16 de junho de 2011- INVESTIMENTO ESTRANGEIRO: A VERTENTE PROFISSIONAL FAZ QUESTÃO DE NÃO SER ENTENDIDA (ADVFN) FOREIGN INVESTMENT: THE PROFESSIONAL SLOPE, ONCE IN A WHILE, INSIST ON NOT BE INGUNDERSTOOD (ADVFN)

Tendo em vista que somos a favor da criação da Bolsa de Valores Mundial, acostumamos a fazer um simplório mais próximo de tudo que se relaciona aos dinheiros estrangeiros. Principalmente, aos errantes e espertos que frequentam as bolsas mundiais. Sai daqui, vai para ali, daqui a pouco, estão acolá e assim vão construindo as oportunidades de negócios. Mundanos, errantes e vagantes, será que é isso mesmo?Ao certo, o que se sabe é que eles funcionam como combustíveis para desfazerem as incertezas produtoras das bandeiradas. Ou melhor, são os construtores invisíveis das certezas, chegam quando o charme da incerteza vinha produzindo as dúvidas, deixando os bobos com coragem e os espertos com medo. A coisa funciona assim:

Posição 1 – Ascendência dos gráficos depois de um longo período de acumulação. O mercado havia descido e vinha formando estoque, comprando calado num movimento enjoativo de ressaca regado a notícia ruim. Sem alarde, em vez de errantes, os dinheiros estrangeiros são camuflados peritos construtores dos melhores preços médios de compras. Quanto menor o preço médio de compra, mais vantagem se tem para fazer negócios no viés positivo ou negativo. Por isso, que a qualquer hora que você chega, o mercado está de prontidão para obedecer às ordens de compra e venda. Se você identificar o dinheiro estrangeiro entrando na bolsa, ou seja, se houver alarde, na realidade, ele mesmo quer se mostrar para indicar aos nativos que está na hora de comprar, justamente quando ele estiver saindo. Costuma até mesmo dar uma simulada de repique nos gráficos. Esperto com medo é o que espera tudo ficar bom para comprar, e geralmente compram, justamente, na mão do bobo que teve a coragem de comprar quando tudo era ruim. Geralmente são chamados de torcedores. Bobo com coragem é o que espera a terra arrasada depois da atuação do olho do furacão. Muitos nem esperam a terra arrasada, pegam o furacão à unha mesmo. È o tipo do mineirinho come quieto.  Geralmente, são eles que administram as idas e vindas dos dinheiros estrangeiros. Esse negócio de idas e vindas nem sempre quer dizer saída física das fronteiras financeiras do país, muitas vezes, é uma simples questão de remanejamento ou “stand by” nas guaritas lucrativas da renda fixa.

Posição 2 – Tudo que você leu anteriormente coloque ao inverso. É assim que funciona.Com essa prosa toda, queremos dizer o seguinte, dinheiro estrangeiro é um normal, que faz parte da rotina de qualquer bolsa de valores e até dos emergentes. Ele tem uma prerrogativa interessante, quase nunca compra na alta. Pode até incentivá-la para vender depois. Então, se você afirmar que uma determinada bolsa caiu por causa da saída do dinheiro estrangeiro, como afirmou a ADVFN, está cometendo um verdadeiro sacrilégio ao ferir o princípio dos bobos e afrontar o mineirinho come quieto. Geralmente, os que assim o procedem são os espertos que a tudo tentam explicar. 

VOCÊ TEM CORAGEM DE DIZER QUE NÃO SABE?  O brasileiro tem a mania de saber antes de aprender, achando-se auto-suficiente tendo em vista às duras experiências passadas no Brasil. Mas em termos de mercado de ações, deixa muito a desejar e poucos sabem que são os estrangeiros que movem nossos gráficos. Já alertamos alguns veículos de comunicação por causa disso, lógico, não ficamos ilesos e temos hoje um contingente de desavisados que vivem contestando o óbvio e perdendo dinheiro. São os eternos torcedores, os verdadeiros tec-mods que sempre nos referimos.”

Sempre dissemos, os comentários anteriores são nossos esteios.

Mãos que pensam, pés que enxergam.

Chacattis Tadadota

Continua…

Agradecemos seu comentário, seja breve, interaja e volte sempre.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: