DIVINDADES CAPITALISTAS 4: SÃO VÁRIOS OS TIPOS DE DITADURAS OU DOMÍNIOS NÃO INSTITUCIONAIS EXISTENTES NA FACE DA TERRA – NOSSAS POSTAGENS QUE CONTINUAM RODANDO O MUNDO

CAPITALIST DIVINITIES 4: ARE SEVERAL TYPES OF DICTATORSHIPS OR  NON INSTITUTIONAL  DOMAINS EXISTENT IN THE FACE OF EARTH– OUR POSTAGES THAT CONTINUE ROTATING THE WORLD

Postagem original: DITADURAS, SÃO VÁRIOS OS TIPOS – EFEITO TELEPATIA DE MASSA – CAMPANHA TEMPOS DE DEPURAÇÃO 23 de março de 2011

Observação: Depois que os nossos domínios http://www.prontanalise.biz/ http://www.poolbusiness.biz e http://www.poolbusinesses.biz “foram desaparecidos” ou mais claramente, “tomados” dentro do Google Blogger, perdemos totalmente a confiança e estamos transferindo, para este blog de bandeira Word Press, as principais matérias dos blogs da Coluna Editorial Prontanálise, Coluna Editorial Furatudo e Campanha Tempos de Depuração, incluindo as da Subcampanha Fim do Político Profissional. Este assunto está sendo resolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais – Brasil.

“NINGUÉM FALOU NADA PARA NINGUÉM, MAS TODO MUNDO SABE”.

TUDO EM TÓPICOS RESUMIDOS E SEM NECESSIDADE DE DESCRIÇÕES FANTASIOSAS:

  1. DITADURA DO JEITO AMERICANO DE VIVER,
  2. DITADURA DO MARKETING SOBREPONDO À VIDA REAL,
  3. DITADURA DO CAPITALISMO DOS FORTES EM DETRIMENTO DA ESCRAVIDÃO DOS FRACOS,
  4. DITADURAS IMPOSTAS AOS REAIS PERDEDORES DA GRANDE GUERRA,
  5. DITADURA DO IMORAL LEGALIZADO,
  6. DITADURA DOS CORPORATIVOS DA COMUNICAÇÃO,
  7. DITADURA DO ENSINO,
  8. DITADURA DO CONSUMISMO,
  9. DITADURA DAS GRANDES MARCAS,
  10. DITADURA DA INFORMÁTICA E TECNOLOGIA, OS VERDADEIROS DONOS DA INTERNET,
  11. DITADURA DO MERCADO FINANCEIRO E COMÉRCIO,
  12. DITADURA DOS LEGISLATIVOS.

COMENTÁRIOS SOBRE OS TIPOS MAIS COMUNS DE DITADURAS:

1 – DITADURA DO JEITO AMERICANO DE VIVER – OS EUA PRECISAM SER INTEGRANTES E NÃO MAIS UMA FINALIDADE MUNDIAL 

O estudo completo faz parte dos nossos cinco primeiros livros e está sendo continuado na Coluna Editorial Prontanálise que estuda a mente do mercado e os fatos globalizantes em ebulição.

Queremos dizer, nos tempos modernos atuais, a Bengala Globalizada indica que mesmo os inimigos mais ferrenhos dos EUA sabem que não devem destruí-lo, e o fato presente em questão é fazê-lo se integrar às dores, aflições, alegrias e vitórias globalizadas.

São CHOQUES de realidade para fazer acordar o gigante nórdico.

– Esse dia a dia dos americanos estamos tratando, há mais tempo, na Coluna Editorial Prontanálise – Adendo: Como, infelizmente, o nosso domínio http://www.prontanalise.biz/ está “desaparecido” dentro do Google Blogger, vamos continuar serviço neste blog de bandeira Word Press.

OS TEMPOS MUDARAM, REALMENTE O MUNDO DÁ MUITA VOLTA:

– EUA como caixeiros viajantes, precisam vender a qualquer custo. Até os países da América do Sul estão sendo vistos como importantes parceiros comerciais, quem diria!

Adendo: EUA e União Europeia acabam de abrir negociações para um acordo comercial bilateral que vai englobar metade da produção econômica do mundo e um terço das transações comerciais globais até o fim de 2014.

A inteligência disso só Deus sabe, no momento, é o que dá para ser feito tendo em vista os parâmetros atuais visíveis e substanciáveis, correndo por dentro o desenvolvimento de regras “comerciais globais” para combater outras formas de capitalismo que já surgiram e outras que estão ainda esperando sua vez de mostrar suas forças ainda encubadas.

Então, depois de muita relutância, os EUA reconheceram que não devem deixar a União Europeia transforma-se no museu do capitalismo. Seria um contramarketing ou marketing-regressivo, tanto faz. Deixar perder os conhecimentos adquiridos desde a época da colonização é um contra senso, mas permanecer no erro do “clube do bolinha” é empurrar as soluções corporativas para um fim longínquo e bastante trapalhão. Juntar o jeito americano de viver com o orgulho europeu ao pensar. Antes, cada um produzia a própria crise, futuramente, os dois farão parte da mesma. A tendência da força descomunal político-comercial que vão construir está diretamente ligada à reação espontânea de outras forças de igual potência. Leia-se, o jeito chinês de infiltrar. Tudo isso em detrimento aos não alinhados que continuarão a consumir produtos, serviços, marketings, opiniões e lideres, todos descartáveis e com qualidade duvidosa.

Em sendo assim, o mundo evolutivo que estão planejando já nasce com o rótulo triplo do “jeito americano de viver mais o orgulho europeu ao pensar”, e mais o jeito chinês de infiltrar. Os não alinhados ficarão de fora, formarão o grupo do jeitinho de copiar.

2 – DITADURA DO MARKETING SOBREPONDO À VIDA REAL:

Ver o título geral no Boletim nº 283 – Tecnologia e Marketing Versus a Vida Real da Coluna Editorial Furatudo http://www.furatudo.com/, estávamos desenvolvendo este assunto que ainda promete desbancar “várias verdades” cegamente aceitas. Veremos isso no decorrer das postagens do presente blog.

3 – DITADURA DO CAPITALISMO DOS FORTES EM DETRIMENTO DA ESCRAVIDÃO DOS FRACOS 23 de março de 2011

Criação do G 7, o xerife do mundo. Os detalhes estão compilados no nosso livro Reflexões Globalizantes. Continuamos a tratar desse assunto no atual estágio da Campanha Tempos de Depuração.

Formação do G7 – Os vencedores e perdedores da segunda guerra mundial se uniram. Pelo lado dos aliados: EUA, Inglaterra, França e Canadá. Pelo lado dos perdedores: Alemanha, Japão e Itália.

Só para se ter um exemplo dessa profundidade resumida, a Inglaterra é considerada como o maior pirata do mundo moderno. È fácil descrever os outros.

– Elegeram-se como primeiro mundo: Vocês dos outros mundos não precisam pensar, nós pensamos por vocês.

– Pegaram a tal de democracia e dividiram-na em partes convenientes com as suas pretensões de livres e desimpedidos vendedores mundiais de opiniões, líderes, produtos, serviços e um monte de “et cetera” e tal.

4 – DITADURAS IMPOSTAS AOS REAIS PERDEDORES DA GRANDE GUERRA:

Pelo lado dos escravos faz parte a maioria dos outros países, inclusive o Brasil, que não tinha nada a ver o problema deles e foi desconfortavelmente alinhado como consumidor dos lixos do primeiro mundo deles e fornecedor barato das matérias primas que tanto necessitavam os privilegiados do G7, os donos da guerra..

– Ao Brasil reservaram uma longa ditadura militar do código 12, deixando o país com 50 anos de atraso para sonhar e ter atitudes próprias.

– Ao Chile, deram de presente o Pinochet, depois que assassinaram o Allende.

– Quanto à Argentina, as Malvinas foi a chave que faltava para que o terceiro mundo se descobrisse como um alvo fácil a descoberto. Sujeito a todos os julgamentos e experimentações de mísseis..

– Os países produtores de petróleo, cada um foi contemplado com uma ditadura própria que facilitasse o fornecimento do precioso líquido por mais de cem anos. Ou seja, são os países árabes e do norte da África, cujos povos lutam hoje pelas democracias plenas que lhes foram tiradas.

5 – DITADURA DO IMORAL LEGALIZADO: Por que falham os nossos intelectuais, seria pela impotência de reagir contra o imoral legalizado? 23 de março de 2011

Tendo em vista a complexidade,  ver o desenvolvimento dessa pauta no link: http://www.homemarketing.com.br/service04%20-%20Prog%2017-furatudo-imoraleg01.htm

Repetindo: Por que falham os nossos intelectuais, seria pela impotência de reagir contra o imoral legalizado? Há pouco tempo, quando começamos a aparecer mais na Internet, (2008 – MESMO COM O MENSALÃO BATENDO ÀS PORTAS) muitos desses intelectuais achavam que éramos loucos, ou sem cuidados ao falar abertamente sobre a corrupção, isso cheirava falta de elegância. Pois é, hoje, a turma perdeu o medo, virou moda e é chique falar sobre CORRUPÇÃO.

A partir da Constituição de 1988, o país Brasil se tornou totalmente refém do imoral legalizado e se viu envolvido num emaranhado de leis, que se juntando as que já existiam, formou-se uma teia de proteção aos verdadeiros bandidos que até hoje ostentam os títulos de coronéis ou raposas da política. Com isso, a profissão de advogado tomou força em detrimento de outras.. Muitos referem-se a isso como ditadura do direito.

Muitas leis, muitos impostos e falta de estradas, silos, máquinas e equipamentos produtivos, escolas, hospitais, fábricas e pesquisas. Por longos anos o Brasil parou no tempo, passou a ministrar as mumunhas e picuinhas internas, deixou de criar e produzir. Os discursos substituíram as técnicas, aos coitados dos engenheiros reservaram um pouco mais que um salário mínimo, aos médicos, os salários de fome das residências sem fim e aos advogados deram o mundo livre dos corporativos governamentais necessitados de se protegerem dos beneficiamentos imperfeitos das leis.

6 – DITADURA DOS CORPORATIVOS DA COMUNICAÇÃO:

Ver OUTROS TIPOS DE DITADURAS 23 de março de 2011Comprove: http://temposdedepuracao.blogspot.com/2011/03/6-outros-tipos-de-ditaduras.html

Liberdade de expressão, nem tanto.

Muitos órgãos de imprensa, através dos tempos, alinharam-se pelo mundo a fora como eternos formadores de opiniões fabricadas, pagas, vendidas e negociadas, a ponto de se tornarem verdadeiros impérios empresariais.

Fica a pergunta: Como esses impérios corporativos comprometidos iriam combater os próprios anunciantes responsáveis pelos seus faturamentos?

 A verdadeira liberdade de expressão do ciberespaço está desbancando a ditadura dos corporativos da comunicação. E quanto mais insistirem em manter o “status quo”, mais longa será a inserção na realidade exigida pelos homens comuns.

7 – DITADURA DO ENSINO:

Ver OUTROS TIPOS DE DITADURAS 23 de março de 2011Comprove: http://temposdedepuracao.blogspot.com/2011/03/6-outros-tipos-de-ditaduras.html

Disposição clara ao retrocesso e limitação ao direito humano à educação. O objetivo sempre foi tirar dos escravos o poder de reivindicação da própria liberdade.

Valorização do individualismo em detrimento à ação conjunta dos grupos para agirem como equipes. As escolas criam o enfraquecimento social.

O ensino da teoria em detrimento da prática. Cria-se o homem sem gestão. Ensina-se matemática, física e química, mas não indicam o que fazer com elas. Muitos alunos saem das escolas sem aprenderem para que servem as matérias máximos e mínimos, derivadas, matrizes e determinantes etc. As escolas criam os dependentes técnicos. Muitos são formados para serem empregados e não empreendedores.

Enquanto as escolas insistem em formar especialistas, o mercado pede que todos engenheiros, médicos e advogados, etc, entendam também de contabilidade, administração, marketing, empreendorismo, gestão do social e da família. O mercado exige os especialistas em generalidades e a educação fornece os especialistas em funções restritas.

Sem História e Geografia, as escolas não conseguem mais sintonizar o homem no espaço e nem no meio onde vive.

As escolas criam o homem consumista incapaz de trocar um chuveiro estragado. Completa falta de sintonia com a construção de um mercado sadio, receptivo, recíproco e evolutivo para engrandecer o homem. Mercado sem poupança é um construtor de endividados, o martírio do homem é o bolso vazio no meio de tantas ofertas tentadoras.

No Brasil, as escolas estão a serviço dos votos comprados que jamais deixarão “os inovadores” perderem as eleições, a exemplo do bolsa família, bolsa aluguel, bolsa gás de cozinha e  até mesmo bolsa teatro para desenvolver a arte…. Deixamos as reticências…………………………………..

8 – DITADURA DO CONSUMISMO:

Ver OUTROS TIPOS DE DITADURAS 23 de março de 2011Comprove: http://temposdedepuracao.blogspot.com/2011/03/6-outros-tipos-de-ditaduras.html

Empobrecer consumindo: Consumismo louco e gastança desenfreada em detrimento da qualidade de poupar.  É a construção dos eternos e cativos consumidores de serviços e produtos, todos descartáveis e de qualidade duvidosa.

É normal o durar pouco: A produção precisa “gerar giros” de consumo, implantação do vício de sempre querer o novo fantasiado.

O desnecessário a serviço da ostentação: Todo bom vivam tem que ter um treinador pessoal, “personal trainer”. E esse negócio vem disseminando, hoje tem “personal trader”, personal caçador de formigas, personal contador de piadas, personal  de viagens, personal advogado e muitos outros. Um lembrete, quem precisa de advogado pronto e a qualquer hora é bandido.

9 – DITADURA DAS GRANDES MARCAS:

Ver OUTROS TIPOS DE DITADURAS 23 de março de 2011Comprove: http://temposdedepuracao.blogspot.com/2011/03/6-outros-tipos-de-ditaduras.html

Você consumidor, faz um favor a si mesmo ao consumir os produtos de marcas famosas. Como é difícil o consumidor trocar um produto.que veio com defeito de fábrica. Existem casos inacreditáveis e dignos das páginas policiais. Uma montadora francesa forneceu ao mesmo consumidor dois carros da mesma marca com defeitos de fabricação. A montadora, depois de perder na justiça, teve que substituir o primeiro carro fornecido, porém entregou o segundo também com defeito.

Visibilidade zero. Carros preparados para serem roubados, ou batidos e arranhados com facilidade, tanto pelo próprio desenho da carroceria, muito mais propício a um avião que não precisa estacionar em pequenas vagas ou se ver livre das colunas das garagens.

10 – DITADURA DA INFORMÁTICA E TECNOLOGIA, OS VERDADEIROS DONOS DA INTERNET:

Ver OUTROS TIPOS DE DITADURAS 23 de março de 2011Comprove: http://temposdedepuracao.blogspot.com/2011/03/6-outros-tipos-de-ditaduras.html

Num belo dia, o seu computador vai te dar uma mordida:

Não é necessário ir muito longe, empresas como a Microsoft sempre têm razão, quantos programas foram lançados sem teste efetivo de eficiência? Você compra um computador e tem certeza que não é seu real proprietário. Você tem a nítida impressão que ele trabalha sozinho e que não é para você.

A vida alheia é de todos:

Muita coisa piorou em vez de melhorar. Os computadores atuais integrados a programas específicos são mais espiões que produtos de atendimento pessoal, todos preparados para terceirizar a vida dos usuários, num descomunal descomprometimento com a segurança e bem estar até mesmo da sociedade. Tudo para aumentar o consumo em detrimento da utilidade. Os velhos e bons programas foram enxertados de pirotecnias, tendo suas utilizações dificultadas através dos tempos. A lei é uma só, vamos escravizar o consumidor de descartáveis.

Os instrumentos de buscas se transformaram nos verdadeiros donos da Internet. Muitos dizem que a rede mundial não tem dono, numa clara alusão ao senso de liberdade. Mas, a realidade é outra, sem os instrumentos de busca não existe nada. São eles os reais faturadores do ciberespaço.

11 – DITADURA DO MERCADO FINANCEIRO E COMÉRCIO – 23 de março de 2011:

Também esse é um assunto de importância impar que, há mais tempo, estamos tratando na Coluna Editorial Prontanálise que faz o estudo da mente do mercado de ações.

A pergunta é a seguinte: O mercado de ações é realmente o precursor do futuro?

Ou seja, como um ente divino, ele antecipa realmente o futuro ou tem que ser também enquadrado ou chamado as favas para se tornar uma parte integrante de todo o mercado formal.

Como se Deus o fosse, principalmente, o mercado de ações não desiste de ditar normas de como se deve fazer isso e aquilo, ora se beneficiando, ora julgando os fatos conforme as próprias conveniências de compra e venda, muitas vezes em prejuízo dos demais mercados.

Para quem desconhece a questão, o mercado foi o maior propagador da alavancagem dos famosos derivativos, foi o maior incentivador da  desregulamentação da livre iniciativa privada, empresário livre, roubo livre, governo sem controle e povo escandalosamente roubado.

 Dentro dessa ditadura, encontram-se bem instaladas três subditaduras:

 A primeira subditadura é do câmbio fictício que se apresenta de duas formas, uma incentivada pelos EUA que ao inundar o mercado de dólares, aumenta a cotação de outras moedas. A outra forma é a utilizada pela China que mantém sua moeda ficticiamente desvalorizada para também manter seus produtos competitivos em todos os mercados em que atua. Sim, provocando a quebra dos mercados internos dos países.

A segunda subditadura é formada pelos subsídios protecionistas dos  desenvolvidos, que impõem verdadeiras barreiras alfandegárias aos produtos oriundos dos emergentes como o Brasil. Há quanto tempo o Brasil vem lutando na OMC para que produtos como açúcar, etanol, algodão, aço, laranja e outros mais, deixem de ser taxados covardemente por compradores como os EUA. Uma forma mesquinha de não reconhecer o status de quem merece.

A terceira subditadura ainda é esbanjada pelos agiotas internacionais, incluindo os bancos, financeiras e corretoras de diversos tipos. Formam os entes de mercado mais protegidos em qualquer país.

O Brasil que o diga, sofreu de mais quando foi por muito tempo refém de dívidas recheadas de juros, seguros e mais um monte de taxas comprometedoras ao seu livre desenvolvimento. A verdadeira volta ao colonialismo forçado pelos agiotas internacionais, corporativamente protegidos pelas suas leis internas e nos regulamentos dos organismos internacionais prontos para executar os devedores, tomando-lhes as terras, as florestas e os mares. O atrevimento chegou a tal ponto que a excelentíssima Senhora Margareth Thatcher chegou a mencionar que dívida se paga com terra.

12 – DITADURA DOS LEGISLATIVOS: 

No blog da Campanha Tempos de Depuração, o início deste enfoque vem com título, DITADURA DO LEGISLATIVO BRASILEIRO e continua nas postagens anteriores que fazem parte do escopo total da matéria. Neste blog, trataremos disso posteriormente.

 O Brasil precisa ser governado.

O fato de tê-lo tomado como exemplo não quer dizer que estamos marginalizando o país. Não é só o Brasil que é mal governado.

O restante dessas reflexões fica por conta do leitor, nosso compromisso é escrever vários livros em sete páginas. A oitava está reservada para os comentários. Nosso objetivo é apenas atiçar.

A simplicidade nunca fica sozinha.

Mãos que pensam, pés que enxergam.

Chacattis Tadadota

Continua

Postado por POOL BUSINESSES HUMAN às 17:30 23/11/2011

Agradecemos seu comentário, seja breve, interaja e volte sempre.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: