ESTADO CARTORIAL, ENFRENTAMENTO DO VESPEIRO, VEJA O DESFILE DAS GUARITAS CORPORATIVAS

ARAPUCAS DO CLUBE DO BOLINHA FORAM DESCOBERTAS –  NO ENTENDIMENTO DO ESTADO PRIVATIZADO, QUANDO SE TENTA ANALISAR A CORRUPÇÃO, IMEDIATAMENTE, VEM NA SUA CABEÇA AS GUARITAS CORPORATIVAS CONSTRUÍDAS ATRAVÉS DOS TEMPOS, MANDATOS E MANIPULAÇÕES.

27/05/2018 – COLUNA EDITORIAL PRONTANÁLISE, CUIDAMOS DAS PECULIARIDADES SEQUER TOCADAS PELA GRANDE MÍDIA https://wp.me/p31Lbb-ZY

Postagem Original – Google Blogger: quarta-feira, 13 de julho de 2011- O BRASIL PRECISA SER GOVERNADO – GUARITAS CORPORATIVAS, O ENFRENTAMENTO DO VESPEIRO

Esta matéria foi transferida para este blog no dia 06/02/2013 e pode ser localizada no link: https://midiaticosensorial.com/brasil-precisa-seg governado/

MAS O QUE É UMA GUARITA CORPORATIVA?

No entendimento do Estado Privatizado. as guaritas corporativas podem ser definidas no sentido figurado como células que compõem o sistema construído pelo imoral legalizado.

SÃO VÁRIOS TIPOS DE GUARITAS CORPORATIVAS

5.2.1 – GUARITAS PESSOAIS:

Tipo 1 – As Geminadas vêm de dentro dos partidos conforme os líderes a serem seguidos. Destinam-se geralmente à ocupação de cargos dentro das esferas governamentais. Muitos desses “assessores” tornam-se efetivos e agem como pontos avançados de arrecadação de informações, benefícios e dinheiros.

Tipo 2 – As Distributivas processam operações simultâneas de adição e multiplicação de favores entre os vários partidos que compõem a base de apoio ao governo. À primeira vista, têm caráter transitório, mas no decorrer do tempo se confundem com as geminadas.

Tipo 3 – As Empresariais, suprapartidárias, defendem os interesses das classes empresariais, banqueiros, sindicatos, agentes externos, etc. Exemplo: Bancada dos Ruralistas. Ao mesmo tempo, distribuem dinheiros, durante e depois das campanhas, aos diversos partidos sempre procurando ficar bem com todos, usufruindo de informações privilegiadas e fazendo parte das licitações de cartas marcadas.

Tipo 4 – As Comunitárias, suprapartidárias, geralmente estão os defensores da natureza e dos direitos humanos, evangélicos, alguns chegam até a defenderem os trabalhadores. Recebem influências das anteriores, por exemplo, o filho do Sarney está infiltrado no Partido Verde.

Tipo 5 – As Guaritas Entrelaçadas vêm das ligações oficiais e determinadas por leis onde, por exemplo, os membros dirigentes dos ministérios públicos, geralmente com apadrinhamento político, são nomeados pelos governadores, o Procurador Geral da República e os ministros do STF – Supremo Tribunal Federal são nomeados pelo Presidente da República, um autêntico show do toma lá, dá cá.

 GUARITAS IMPESSOAIS:

  • Postagem Original: quarta-feira, 13 de julho de 2011- O BRASIL PRECISA SER GOVERNADO – GUARITAS CORPORATIVAS IMPESSOAIS

BRAZIL NEEDS TO BE GOVERNED  – IMPERSONAL CORPORATE WATCH TOWERS:

Tipo 6 – São as Conclusivas e Inconclusivas, apesar de aparentemente opostas, exercem quase a mesma função e atributo. As primeiras são, na realidade, as próprias leis fabricadas pelos tipos anteriores de guaritas. Já as inconclusivas, geralmente apelidadas de órfãs de pai e mãe ou páraquedistas, são objetos estranhos, apêndices voluntários ou “involuntários intrometidos” dentro das leis maiores.

Então, existem as guaritas construídas dentro da própria constituição, nos subterfúgios das leis complementares e ordinárias. E isso não é só no Brasil.

A própria justiça está preparada para postergar as aplicações das penalidades objetivas das leis. Chegando ao cúmulo da própria constituição estabelecer explicitamente queninguém será culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória;”  Inciso LVII do Artigo 5º da Constituição Federal – Título II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais, Capítulo I Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos. Em suma e na prática, existe a desautorização predeterminada dos julgamentos efetuados pelas instâncias inferiores. O STJ e o STF são os portadores do veredicto final intransferível que se propaga através de jurisprudências, que até mesmo servem para consertar “outras jurisprudências mandamenteiras” anteriormente válidas. Enquanto isso, assistimos a um desfile descomunal de recursos prorrogadores e até mesmo anuladores das penas aplicadas aos legitimamente culpados. Ou seja, não tem mais como adiar a reforma completa das leis brasileiras.

– Existem constituições de países que mais se parecem com uma obra prima. De tamanha beleza são as formas e intenções, na mais pura e nobre defesa do homem em consonância com a natureza.

– Como todo mundo sabe, na prática, o funcionamento é diferente, as aplicabilidades das leis muitas vezes são preparadas logicamente para proteger os mais favorecidos. Uma sobreposição do banditismo a qualquer ente de formação estrutural da sociedade.

– Muitas leis são praticamente forjadas para sobrepor aos direitos humanos e subordinar a natureza aos prazeres e direitos escusos do homem. Um autêntico suborno contra os princípios que norteiam a significância real da cidadania.

– Apesar de ser um voraz fabricante do imoral legalizado, o Brasil ostenta um lugar de destaque na produção de políticas públicas. No papel, tudo é uma beleza de funcionamento, mas na prática os resultados não aparecem.

– Mas, tudo que se deixa para depois, alguém o terá que fazer um dia. A um de nós caberá essa dolorosa tarefa. Enfrentar os próprios medos e podres que e nos atacam e nos defendem.

– A primeira reforma que deve ser feita no Brasil deve obrigatoriamente ser a relativa ao Poder Legislativo Brasileiro. E tem mais, não pode ser realizada pelos atuais parlamentares aos moldes do que foi sugerido pelo Senador José Sarney, que consideramos como o maior ditador do Brasil. Não só pelo fisiologismo, mas pelo cinismo, banditismo latente em suas veias, falta de categoria intelectual, uma raposa velha e ultrapassada que, há muito tempo, se beneficia da seca do nordeste. Um sujeito desse tipo ainda tem a coragem de propor a referida reforma. Uma afronta completa ao querer dos homens de bem.

REFORMA DO LEGISLATIVO E DAS LEIS BRASILEIRAS PROPOSTA PELO CIDADÃO https://midiaticosensorial.com/ditadura-do-legislativo-brasileiro-reproduzido-neste-blog-no-dia-11052015/

Por isso, há mais tempo, depois de lançarmos a Campanha Tempos de Depuração em 01/12/2008, criamos a Campanha Fim do Político Profissional, registrada em cartório no dia 19/08/2009, cujos fundamentos e diretrizes formam um direcionamento de uma verdadeira reforma conforme o sentir do sofredor cidadão brasileiro.

Depois da reforma do legislativo, aí sim, teremos que planejar e executar a reforma completa das leis brasileiras.

Ficando o seguinte questionamento:

Se a prática do mensalão é crime, então todas as leis que foram aprovadas em decorrência terão que ser anuladas ou reformadas.

Mãos que pensam, pés que enxergam.

Chacattis Tadadota

Continua…

 

Agradecemos seu comentário, seja breve, interaja e volte sempre.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: